Home Itaquera & Região Rua Tomazzo Ferrara: base policial pode ser desativada

Rua Tomazzo Ferrara: base policial pode ser desativada

238
0
COMPARTIHAR
Base Policial da Rua Tomazzo Ferrari existe há mais de 30 anos
Base Policial da Rua Tomazzo Ferrari existe há mais de 30 anos

Comerciantes da Rua Tomazzo Ferrara, no centro de Itaquera, estão preocupados com a possível desativação da Base Comunitária da Polícia Militar do endereço.
Isso porque mudanças estariam sendo organizadas pelo alto comando da Polícia Militar e a unidade seria uma das primeiras a ter as suas atividades suspensas.
Segundo Armando Domingos Bonano, da Sinal Verde, os prejuízos caso isso realmente aconteça serão imensos. “Esta base tem 30 anos! Sempre tem alguém querendo a sua desativação. Fui até o CPAM-4 para saber mais informações e num primeiro momento me disseram que não haveria desativação. Depois que o pedido de desativação já tinha sido encaminhado. Fizemos um abaixo-assinado e entramos em contato com a vereadora Sandra Tadeu, que ficou de nos ajudar. Estamos na briga. Itaquera já não tem nada e o pouco que tem querem tirar”, comentou indignado o comerciante.
O OUTRO LADO
A reportagem do Jornal Desenvolve Itaquera encaminhou algumas perguntas para a Secretaria Estadual de Segurança Pública. Um dos questionamentos foi se a informação da desativação é verdadeira e, caso sim, qual o motivo para o comando da Polícia Militar tomar esta decisão.
Entretanto, até o fechamento desta edição nenhuma resposta foi encaminhada.

BASES DESATIVADAS

Rua Américo Salvador Novelli. Base está desativada há mais de dois anos. Ela tinha um papel fundamental no centro de Itaquera, já que a região é repleta de bancos e comércio
Rua Américo Salvador Novelli. Base está desativada há mais de dois anos. Ela tinha um papel fundamental no centro de Itaquera, já que a região é repleta de bancos e comércios
Avenida Afonso de Sampaio e Souza. Moradores do Parque do Carmo contavam com a ajuda de uma base móvel para conter a prostituição e assaltos
Avenida Afonso de Sampaio e Souza. Moradores do Parque do Carmo contavam com a ajuda de uma base móvel para conter a prostituição e assaltos

 

DEIXAR UMA RESPOSTA